homepage Facebook Twitter RSS Feeds Mapa do sitio
         
temperaturaventoprecipitaçãoIndice UV ESMTG
16.21.7Km/h00
BAIXO
Notícias

CONCURSO PÚBLICO
FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA EM MT, BTE E BTN (Proc. 072/16)

Diário da República
Caderno de Encargos
Programa do Procedimento

Anexos V a VIII do Programa de Procedimentos

 

  CLIPART_concurso_publico
 

CONCURSO PÚBLICO

FORNECIMENTO COM MONTAGEM DE SISTEMA DE EXAUSTÃO DE GASES DO INTERIOR DA OFICINA AUTO (Proc. 071/16)


  CLIPART_concurso_publico
 
20160915-miniCartazExposicaoEMARP     

Exposição DIVERSIDADES

Pintura e Escultura de Francisco Mesquita

12 de setembro a 14 de outrubro de 2016

Horário: Dias úteis das 8h30 às 17h30

 

Francisco Mesquita Francisco Mesquita é natural de Trás-os-Montes mas reside em Portimão há cerca de quatro anos.

Aos dez anos de idade emigrou com a família para Moçambique, onde viveu quatro anos, e em 1975 mudou-se para a África do Sul, onde residiu até 1986. Nesse ano...

 

 

Simbolo de Alojamento Local

ALOJAMENTO LOCAL
APLICAÇÃO DO TARIFÁRIO NÃO DOMÉSTICO

A EMARP tem sido contactada sobre a questão da aplicação do tarifário não doméstico às instalações que se encontram registadas como alojamento local.

Tendo sido feito o pedido de esclarecimento à ERSAR (Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos), esta informou que

Continuar...
 

LÂMPADAS

Desde o dia 1 de Setembro de 2012 que é proibida a comercialização de lâmpadas incandescentes (foto 1) convencionais em toda a União Europeia. Tal facto deveu-se à impossibilidade da sua recuperação através da reciclagem, assim como ao seu elevado consumo energético. Se ainda tem em sua casa este tipo de lâmpadas e tenciona descartá-las, coloque-as no lixo comum.

Alternativamente a este tipo de lâmpadas, e com consumos inferiores, surgiram as lâmpadas LED (light-emitting diodes) (foto 2) e as lâmpadas fluorescentes (tubulares: compridas, em forma de tubo e usadas, normalmente, nas cozinhas; ou compactas: conhecidas como economizadoras) (foto 3 e 4).

Relativamente às lâmpadas fluorescentes, e segundo a Direção Geral da Saúde, há que ter alguns procedimentos preventivos no caso de quebra acidental, devido ao mercúrio que contêm. Este metal pesado é uma substância que pode intoxicar por ingestão, inalação ou absorção cutânea e a sua exposição prolongada pode produzir efeitos graves na saúde humana.

Assim, se partir acidentalmente uma lâmpada fluorescente num sítio fechado proceda da seguinte forma: 

  1. Desocupe o local e mantenha crianças e animais fora da área afetada;
  2. Desligue o sistema de ar condicionado central, caso exista;
  3. Ventile o local, abrindo as janelas durante pelo menos 15 minutos antes de limpar;
  4. Não utilize aspirador;
  5. Utilize luvas de borracha para recolher cacos;
  6. Limpe as superfícies duras utilizando, por exemplo, cartão, até que todas as partículas e fragmentos de vidro sejam removidos;
  7. Coloque tudo, incluindo o cartão, dentro de um saco de plástico;
  8. Limpe as superfícies com um pano húmido e coloque o pano e as luvas também no saco de plástico;
  9. Evite a utilização de produtos de limpeza para uso doméstico, apesar da pequena quantidade de mercúrio envolvido;
  10. Na limpeza de carpetes, utilize fita adesiva para aderir pequenos pedaços ou pó residual e, em seguida, coloque no saco de plástico. Não utilize pano húmido na limpeza de carpetes e afins;
  11. O saco de plástico com os resíduos deverá ser resistente (ou duplo), e no final da utilização deve ser convenientemente fechado e descartado num local apropriado, nomeadamente num ponto Electrão com depósito para lâmpadas fluorescentes (foto 5) ou qualquer outro local onde recolham este tipo de resíduos. 

Quando as lâmpadas fluorescentes ou LED chegam ao fim do seu tempo de vida, devem ser entregues nos locais de recolha de REEE (Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos) pertencentes às redes das entidades gestoras Amb3E ou ERP Portugal, como os centros de receção e outros pontos de recolha alguns dos quais já dispõe de contentores específicos para lâmpadas com vista a preservar a integridade destes resíduos.

Também poderá entregar este tipo de lâmpada em fim de vida em qualquer local onde se comercializem estes produtos, adquirindo ou não uma lâmpada nova. Os distribuidores têm a obrigação legal de a receber gratuitamente.

Lâmpada incandescente Lâmpada LED Lâmpada fluorescente tubular
FOTO 1
Lâmpada incandescente
FOTO 2
Lâmpada LED
FOTO 3
Lâmpada fluorescente tubular
Lâmpada fluorescente compacta Ponto Electrão com depósito para lâmpadas fluorescentes
FOTO 4
Lâmpada fluorescente compacta
FOTO 5
Ponto Electrão com depósito para lâmpadas fluorescentes
 
<< Início < Anterior 1 2 3 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 3

 

 

 

 
botao_PouparAgua
 
EMARP-concursos_publicos_204